Garotas

 É, garotas. Assunto difícil de falar mesmo pra quem é uma. Elas são tão diferentes, mas são tão iguais. Quando eu falo de garota, não pense que é qualquer garota. É a verdadeira garota. É aquela que não fica de mimimi pra todo canto, é aquela que vai se fazer de difícil. É aquela que nunca está satisfeita consigo mesma. Tem sempre uma gordurinha. Uma imperfeição. Um detalhe que incomoda. O papel de vocês, meninos, é fazer elas enxergarem que são perfeitas do jeito que são. Perfeitas pra vocês. E não existe um só tipo de perfeição: tem as gordinhas perfeitas, as magrinhas perfeitas, as malhadas bem feitas… Mas todas são uma só garota, uma garota perfeita. Bem do jeitinho que ela é. Com todos seus defeitos, e sem usar “exceto por…”, porque não tem exceção. Se pra você, existe uma exceção, então lamento cara, você não entende de garotas. Um dia você aprender que elas são muito importantes!

Algumas “amizades”.

 Vejo que você tem vários amigos. Bom, se é que você os pode chamar assim. Você pensa que é querido, e que é popular… Só pelo fato de todo mundo te cumprimentar. Mas acontece, cara, que quando você vacilar, quando você quiser um ombro pra chorar, quando você perder a sua credibilidade, quando você decepcionar, espero que se pergunte se todos aqueles que deram ibope nas redes sociais, estão aí, com você, agora. Não, não estão. Porque eles estão ali só de fachada. É isso que você é, uma fachada. Todo mundo vai te apoiar se você postar uma frase foda, mas quando você estiver em uma fase foda, foda-se você! Então, repensa bem aí cara. Tu é mesmo cheio de amigos, ou você só é cheio de estupidez pra acreditar nisso?